05/05/20 - Campanha solidária para arrecadar sabonetes e sabão em barra para famílias do DF em situação de vulnerabilidade social



Os cuidados com a higiene pessoal salvam vidas
Faça a sua doação. Ganhe um coração aquecido!

 

Neste momento em que o isolamento social se faz necessário para garantir a prevenção e evitar o contágio pelo novo coronavírus, a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb) entende que a higiene pessoal deve ser reforçada mesmo aos que podem ficar dentro de casa. E ainda mais aos que precisam ir às ruas. Por isso, a Empresa lança, nesta terça-feira (5/5), Dia Mundial de Higiene das Mãos, uma campanha solidária para arrecadar sabonetes e sabão em barra para famílias do DF em situação de vulnerabilidade social. A campanha é aberta aos empregados da Caesb, à população e à iniciativa privada. Já anunciaram adesão à rede de apoio a Mirante Incorporações, que já doou 2 mil sabonetes, e o Shopping DF Plaza. A meta é arrecadar ao menos 20 mil unidades.

Por prestar um serviço essencial à população, como o fornecimento de água de qualidade e o tratamento de esgoto, a Caesb não paralisou os seus serviços, mas precisou suspender algumas atividades. Entre elas, o Projeto Golfinho, que atende crianças e adolescentes com idades entre 6 e 16 anos de regiões onde há vulnerabilidade social. Mais de 400 inscritos fazem aulas de natação, futebol, participam de jogos lúdicos e recebem apoio pedagógico para atividades escolares, além de aprenderem sobre educação ambiental. Sem as atividades, as crianças e os adolescentes precisam ficar em casa.

Entendendo que uma das principais formas de prevenção à contaminação pelo coronavírus e outras doenças é a lavagem das mãos com água e sabão, a Caesb decidiu iniciar a campanha de arrecadação de sabonetes e sabão em barra para doar às famílias das crianças e dos adolescentes do Projeto Golfinho, o que pode beneficiar um público de ao menos 1,5 mil moradores do DF.

As doações serão recebidas nas portarias das unidades da Caesb e em locais indicados pelos parceiros da campanha para facilitar o recebimento e o armazenamento das doações. A Caesb vai receber as doações nas portarias das unidades Sede (Lotes 13 / 21 - Centro de Gestão de Águas Emendadas, Av. Sibipiruna - Águas Claras) e SIA (Lote F - SAPS, SIA Trecho 1).

Os produtos serão recolhidos durante os próximos 30 dias, mas o prazo pode ser prorrogado. A distribuição será realizada na primeira semana de junho pelas equipes da Empresa e por voluntários que tenham interesse em participar.

INFORMAÇÕES

Proposta:
Em meio à pandemia do novo coronavírus, ações de solidariedade e de voluntariado têm demonstrado grande eficiência na ajuda ao próximo. Com o objetivo de colaborar neste difícil momento, a Caesb decidiu lançar uma campanha, entre os empregados, empresários e a população geral do DF, para arrecadar sabonete e sabão em barra.

Beneficiados: Famílias de crianças e adolescentes, entre 6 e 16 anos, moradoras de Ceilândia, Itapoã e Paranoá, atendidas pelo Projeto Golfinho, desenvolvido pela Caesb, e centros do Governo do Distrito Federal que atendem pessoas em situação de vulnerabilidade social.

Projeto Golfinho:
Desenvolvido pela Caesb há 18 anos, o Projeto Golfinho tem como principal objetivo a construção da cidadania de crianças em situações de vulnerabilidade, tanto financeira quanto emocional, por meio do esporte e de apoio pedagógico para atividades escolares. Os alunos frequentam o projeto duas vezes por semana no turno contrário ao da escola. Neste período, eles têm aula de natação, futebol, participam de jogos lúdicos e recebem apoio pedagógico para atividades escolares, além de aprenderem sobre educação ambiental. Os participantes também recebem lanche e um kit com touca, sunga ou maiô, toalha, prancha, espaguete e bolsa para as aulas de natação.

Atualmente, o Projeto atende crianças e adolescentes de 6 a 16 anos nas regiões de Ceilândia, Itapoã e Paranoá. Os participantes de Ceilândia realizam suas atividades no núcleo daquela cidade. Já os alunos do Itapoã e Paranoá permanecem no Itapoã até os 10 anos. Após essa idade, são transferidos para o núcleo do Israel Pinheiro, no Lago Sul. O transporte é fornecido pela Caesb para que os participantes possam chegar aos núcleos. Ao completarem 14 anos, os adolescentes são encaminhados para o projeto Empregado Aprendiz e podem trabalhar na Caesb ou em outros órgãos do governo.

Como posso ajudar? Doando sabonete e/ou sabão em pedra.

Posso participar? Claro. A iniciativa é aberta a todos que quiserem ajudar o próximo.

Onde entrego minhas doações? A Caesb vai receber as doações nas portarias das unidades Sede (Lotes 13 / 21 - Centro de Gestão de Águas Emendadas, Av. Sibipiruna - Águas Claras) e SIA (Lote F - SAPS, SIA Trecho 1). A partir da próxima semana, a Empresa vai divulgar mais pontos de arrecadação.

Quanto tempo eu tenho para doar? As doações serão recolhidas pelos próximos 30 dias, a contar de 5 de maio, mas o prazo pode ser prorrogado.

E a distribuição? Vai começar no início de junho e seguindo todos os cuidados de prevenção ao coronavírus. Quem quiser pode participar das entregas em ação alternada para não haver aglomeração de pessoas.